top of page

Arquiteto ou engenheiro civil? Entenda a diferença


Quem realiza o sonho de construir a casa própria sabe que deve ter cuidado durante a escolha do terreno, dos acabamentos, da mão de obra, etc. O que muita gente não sabe é que a escolha dos profissionais responsáveis pela obra também exige a mesma (ou mais) atenção! E é nesse momento que frequentemente surge uma dúvida muito comum: Arquiteto ou Engenheiro, qual profissional contratar?

Tanto o Arquiteto quanto o Engenheiro Civil são especialistas capacitados para orientar o cliente quanto às melhores práticas ao construir ou reformar qualquer empreendimento. Não se deve, porém, escolher entre um ou outro profissional! Os dois têm funções diferentes e complementares.

Até que a obra seja concluída, há uma série de procedimentos que devem ser seguidos para que o novo empreendimento seja seguro, confortável e atenda às necessidades particulares do cliente. Para isso, é necessário contar com uma equipe qualificada e formada tanto por Arquitetos quanto por Engenheiros. A ausência de algum deles resulta em diversos problemas e prejuízos na construção. Entenda a seguir a diferença entre esses dois profissionais!

Arquiteto

O trabalho do Arquiteto define todo o processo de projeto e construção da edificação. Na prática, é o arquiteto quem irá entender as necessidades, expectativas e demandas do cliente, para então reunir todas essas informações em uma proposta de projeto.

No Projeto Arquitetônico são analisadas as melhores alternativas para a ocupação dos espaços, estudos sobre ventilação e iluminação dos ambientes, além de conceitos ligados ao design e a sustentabilidade. O arquiteto está relacionado principalmente com a economia, a funcionalidade e a estética da obra.

1- Economia:

Uma obra feita por um Arquiteto não é sinônimo de gastos desnecessários! Pelo contrário, o Arquiteto irá traçar o perfil do empreendimento juntamente com o proprietário, a fim de definir os pontos fundamentais para a elaboração do projeto, como o orçamento. Essa previsão de gestos irá nortear todas as decisões desde a concepção da planta até a escolha dos materiais.

2- Funcionalidade:

O Arquiteto projeta de acordo com as necessidades espaciais do usuário. Ele define as dimensões de forma que os ambientes não fiquem pequenos ou grandes, e que permaneçam proporcionais entre si. Além disso ele também se preocupa com o conforto térmico, acústico e luminoso da edificação, analisando formas de aproveitar a luz natural e a ventilação do entorno.

3- Estética:

Seja qual for o empreendimento, é preciso ter em mente que a estética é importante. Em empreendimentos projetados para venda ou aluguel, ela será um diferencial na escolha do cliente. Em residências, ela expressará a identidade e trará conforto para a família. O Arquiteto entende e incorpora esses gostos ao projeto, resultando em uma obra harmônica.

Engenheiro Civil

O trabalho do Engenheiro Civil é complementar ao do Arquiteto. O Engenheiro é quem irá projetar e dimensionar a infraestrutura da edificação, além de compatibilizar esses elementos com os elementos arquitetônicos. O engenheiro civil pode realizar diversos projetos em uma obra. Entre eles, destacam-se:

1- Cálculos Estruturais:

Depois que o Arquiteto concebe a edificação, fica a cargo do Engenheiro Civil desenhar e dimensionar o sistema estrutural da obra. É a estrutura que manterá a construção de pé, e o cálculo estrutural é essencial para garantir a resistência, a estabilidade, a durabilidade e, principalmente, a segurança dessa estrutura.

2- Projetos Complementares:

Os chamados Projetos Complementares são todos os outros projetos necessários para a concretização da obra. Os projetos irão depender do tipo e porte da edificação, mas podemos citar os mais comuns: instalações hidráulicas, esgoto predial, descarte e/ou captação de água da chuva, instalações elétricas, rede de dados e voz, geração de energia solar.

Depois dessa leitura, fica evidente que a atuação do Arquiteto e do Engenheiro são complementares. Juntos, eles trabalham para que a obra corresponda às expectativas do cliente e atenda suas necessidades e disponibilidade de orçamento. Com bons profissionais e um bom planejamento, uma obra tem garantia de sucesso!



Comments


bottom of page